• Escrito por: Bruno Visualizações do site12 view

 

Farmacêutica explica a melhor indicação para cada caso 

A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina de todos de maneira brusca e aumentou os níveis de estresse da população em geral. Além de conviver com o medo de contrair a doença, as pessoas passaram a ter que conciliar home-office com o cuidado com a casa e a família e a viver com a ansiedade de não saber quando a rotina voltará ao normal. O resultado disso tudo foram relatos de mais quedas de cabelo, comer descontrolado, insônia, alergias, entre outros efeitos nocivos do estresse.  

A rotina não deve voltar ao que era antes da pandemia tão cedo, mas enquanto isso há formas de driblar os efeitos nocivos do estresse que tanto impactam a qualidade de vida.  Segundo a farmacêutica Rosana Amorim, da Singular Pharma, vários fitoterápicos podem ser utilizados para amenizar o desconforto vivido por quem está estressado. Os benefícios são diversos, como: propriedades calmantes, relaxantes, e que auxiliam na indução do sono, além atuar na regulação de apetite.  

Os fitoterápicos também podem ser usados para complementar uma dieta saudável e práticas esportivas, que proporcionam a liberação da endorfina e outras substâncias que aumentam a sensação de bem-estar. Além disso, podem ser coadjuvantes em tratamentos dermatológicos para alergias e queda capilar. Para tratar esses efeitos geralmente são indicados os seguintes medicamentos: Relora, valeriana, passiflora, camomila, seditol, zembrim, theanina e mulungu. 

Alguns dos ativos citados acima, como passiflora e valeriana, são mais populares por seu efeito relaxante. Já o relora, por exemplo, é mais novo e menos conhecido. Ele é um complexo patenteado de dois extratos, Pheliodendron amurense e Magnolia officinalis que atuar na diminuição dos efeitos causados pelo estresse e pela fadiga. A combinação também melhora o humor e aumenta o vigor, previne ganho de peso associado à ansiedade e a compulsão alimentar, estimula o desempenho físico na realização das atividades do dia-a-dia e auxilia na regulação do sono. 

Medicamentos 

Os fitoterápicos são extraídos de matérias-primas vegetais, mas diferente dos florais, por exemplo, são medicamentos com princípios ativos padronizados. Muitos deles não são encontrados na versão industrializada e podem ser manipulados em diversas formas como:  cápsulas, sachês, xaropes com dosagens estabelecidas em literaturas oficiais. Apesar de alguns deles poderem ser adquiridos sem receita, é importante consultar um médico ou nutricionista antes de efetuar a compra. Esse profissional vai conseguir entender quais são as necessidades e fazer uma prescrição personalizada considerando a realidade de cada pessoa.  

Um produto fitoterápico não é menos eficiente ou tem ação mais lenta que medicamentos sintéticos por ter origem natural. “A diferença está na origem e na concentração padronizada do princípio ativo. Inclusive, há fitoterápicos que podem ter efeito similar ou mais potente que o de um medicamento sintético, porém com menos efeitos colaterais”, complementa Rosana.  

Florais 

Outro importante aliado no combate aos efeitos do estresse são os florais. “Eles são essências vibracionais que auxiliam no equilíbrio das emoções. Diferente dos fitoterápicos, não são medicamentos. É um tratamento complementar a base de essências de flores”, explica Rosana. Ao todo são 39 essências para diferentes tipos de emoção, como ansiedade, medo, ciúme, insegurança, preocupação e outras.  

“O floral vai agir diretamente em uma emoção. Num momento como esse de pandemia, as pessoas estão com muito medo, irritadas, ansiosas. Eles ajudam nessa harmonização e no autoconhecimento para entender o porquê do nosso sofrimento”, comenta a farmacêutica, acrescentando que os florais pordem ser usados por pessoas de qualquer idade, inclusive crianças.  Ela lembra também que o floral  pode ser utilizado junto a um medicamento, pois um não anula o efeito do outro. 

Para aliviar os sintomas de estresse causado pela ansiedade e o medo, os florais indicados pela farmacêutica são Impatiens, Mimulus, Cherry plum, White Chestnut e Rescue, mas a escolha desses florais vai depender do que sente cada pessoa.